* kaciPesca *
Olá visitante

Se está registado faça Login, se não está Registe-se e usufrua de todas as funcionalidades do fórum

Ajude-nos a crescer.

KaciPesca - Diverte-te por cá Wink


Cumprimentos
Rogério




 
InícioInício  PortalPortal  Registrar-seRegistrar-se      Login  
KaciPesca - Diverte-te por cá
» Descubra o Cartão KaciPesca - AQUI «
Ler as Regras e fazer a Apresentação é Obrigatório!
Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas. 5 5 17
Compartilhe | 
 

 Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
drfs
Membro VIP
Membro VIP


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 114
Idade: 48
Localização: UK
Ocupação: OP
Humor: lol
Data de inscrição: 17/07/2008
Pontos: 127

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Sab Nov 22, 2008 12:35 pm

Barragem do Caia

A barragem do Caia bem como o Maranhão tem grandes tradições no Alentejo. Para além de na última década ter mudado radicalmente quanto ao tipo de pesca esta barragem tem mostrado micro-variações constantes na forma de comer dos peixes. Segundo os antigos e eu também apanhei um pouco, a barragem do caia tinha bastantes bogas em todos os locais. Era a pesca das bogas que ditava os primeiros lugares. A pesca às carpas era a pesca bolonhesa ou inglesa com boia fixa. Mas isso são tempos que já lá vão. Hoje em dia, como muitos dizem, ganha quem pescar mais longe. Ora bem, distância implica dois factores muito importantes que ditaram a pesca nesta barragem: boias pesadas e profundiade, muita profundidade. Estes dois factores levam ao uso de boia de correr.
No Caia as carpas comem com o isco parado e bem parado no fundo. Apesar de proibido nos campeonatos, a forma mais frequente de pesca no Caia é o uso de chumbadas, ou olivetes com mais de 15 gramas, de maneira a que a profundidade é medida de forma a deixar a oliva no fundo. Como sabem, isto é o mesmo que pescar ao fundo, mas com uma boia para sinalizar a engodagem e as picadas dos peixes. Mas enfim, quem não faz assim, normalmente tem como resultado uma manhã inteira a dar banho à minhoca. Falo em prova, pois a treinar isto não se verifica sempre, visto que o peixe tem tendência a encostar facilmente às margens, embora nunca para cá dos 10 metros. Em prova com todos a engodar para lá dos 40 metros e por vezes mais, o peixe não vem à margem. Isto deve-se a alguns amigos nossos espanhois, que fazem o favor de ir para a barragem com 10 canas de fundo cada um, o que é proibido, a pescar a distâncias enormes, o que leva a uma certa habituação dos peixes. Para além disto fazem o favor de deixar todo o lixo em montes que mais parecem já estriqueiras. Mas não é só aqui que os nossos amigos espanhois falham, que é bom que se diga que não são todos, pois a Espanha está agora a conhecer uma nova geração de pescadores, mais virados para a competição, facto pelo qual se sagraram em Coimbra campeões do mundo. Para quem desconhece, o santuario da barragem do Caia é a ribeira de Arronches. Todos anos, no Inverno, a ribeira enche, proporcionando às bogas e barbos um local de desova perfeito, visto ter kilometros até Arronches com bastantes pegos. É nesta altura, época de desova, em que é proibido pescar, que muitos espanhois fazem romarias até Arronches, onde pescam e enchem sacas de bogas para levar para retaurantes espanhois e para consumo próprio. Como se sabe o comum português não come as bogas. Assim poderiamos ter uma barragem com muitas bogas e neste momento poucas vezes aparecem. Isto é de lamentar e as autoridades deviam actuar, colocando vigilância permanente à ribeira durante esta época, a ribeira devia ser zona protegida nesta altura e porque não sempre, atenção que devia ser aberta excepção à pesca de competição fora da desova e no final o peixe seria devolvido à água. Reparem que isto é o mesmo que ir matar mães a uma maternidade. Vergonhoso.

Engodagem Caia

A engodagem inicial baseia-se em engodo grosso especial carpas. Se possivel adicionar-lhe milho, trigo e alguns asticots. Para começar deve-se "bombardear" o pesqueiro com cerca de 1,5 Kg em bolas não muito grandes, 20 bolas do tamanho de uma laranja pequena. Asticot colado cerca de 4 ou 5 bolas um pouco à frente do engodo. É ai que vamos colocar a boia. Durante a pesca deve-se engodar com bolas de engodo, alternadas com bolas de asticot colado. Atenção ao facto de que por vezes o peixe não quer asticot colado e até se ter a certeza que eles não param de picar devido ao mesmo, não abusar nas bolas. Esta engodagem deve ser feita sempre para o mesmo local da inicial, engodo mais atrás, asticot 5 a 10 metros à frente, este também é um facto que pode variar. Eu em particular gosto de consentrar a engodagem toda no mesmo ponto e pescar 2 metros à frente. Por vezes quando o peixe não pica é bom tentar 10 metros à frente da engodagem, isto é muito natural que lhe aconteça. Atenção que se descobrir que o peixe está mais à frente, deve continuar a manter a engodagem nos mesmos pontos, a diferença só se vai efectuar no local onde coloca a boia.

Montagens para o Caia

As montagens são muito simples. Temos a conhecida "burra" . Este tipo de pesca é proibido mas para os chamados pescadores de fim de semana é extremamente aconselhável. Esta pesca tem como objectivo aliviar o pescador de todo o trabalho de sondagem. A boia vai subir até à superficie enquanto o fio se mantiver aliviado. Para isso deve-se deixar o carreto aberto até a boia aparecer. Depois é só esticar o fio (enrolar o carreto) para a boia não subir nem descer no mesmo.

Burra


Parecida e mais correcta é a pesca à bolonhesa . Apenas muda o facto de adicionar um nó e uma missanga à montagem. Depois temos de sondar o pesqueiro. Para isso vamos alterando a posição do nó até achar a profundidade do pesqueiro. Esta é encontrada quando a boia fica deitada depois de aparecer, isto significa que a oliva atingiu o fundo. O procedimento seguinte é o mesmo, esticar o fio (enrolar o carreto) até a boia endireitar. Note-se que a explicação que estou a dar é para montagens em que o chumbo não ultrapassa a capacidade da boia. Se ultrapassar, o que é proibido quer em concursos quer em convivios, a sondagem é igual mas desta feita só paramos de subir os nós quando a boia aparecer, pois ela vai para o fundo com o chumbo e o nó limita-lhe a subida. Atenção ao facto de que quer com boia sobrecalibrada quer calibrada, quando à vento ou pequenas correntes, a boia tem tendência a afundar, visto a oliva servir de âncora. Nestes casos temos duas opções: ou mudamos para uma boia maior com mais capacidade para resistir a este tipo de pressões sem afundar, ou cada vez que ela comesse a afundar damos-lhe um pouco de fio do carreto (Menos aconselhável visto que passamos a não distinguir toques lentos do afundar natural da boia).

Bolonhesa



Por fim temos a pioneira "manhosa". Esta foi a primeira do género. Ainda hoje preferida por muitos, a "manhosa" não é mais que a pesca inglesa com boia de correr. A diferença está, que cada vez que em algum local do país alguém usa inglesas de correr, fá-lo com boias tipo 12 + 3 (significa que a boia aguenta 15 gramas e já tem na sua estrutura 12, ou seja leva 3 gramas de chumbo colocadas por nós), colocando olivas de 3 gramas, e mesmo estas não as encostam ao chão. Esta é a pesca inglesa de correr. No Caia usam-se boias de 18 a 25 gramas com olivas de igual peso, pois as boias não devem trazer nenhum peso na sua estrutura. A oliva encosta-se ao chão tal como nas pescas anteriores. Esta pesca tem a vantagem de além das boias serem mais sensiveis ao toque, o que por vezes também pode ser mau, o fio vai por baixo de água até à boia. Isto facilita a pesca em dias ventosos pois o fio nunca fica em arco na água. Tudo bem que nas ateriores também podemos afundar o fio mas, o resultado nunca é o mesmo, visto que o fio tem de vir cá fora para entrar na anilha da boia bolonhesa. Esta pesca tem a desvantagem do controle da boia ser praticamente só num sentido, de lá para cá, enquanto que com a bolonhesa como o fio está fora de água podemos puxar a boia nas diagonais esquerda direita. Na inglesa isso é impossivel visto que o fio está submerso, quando se puxa a boia para a esquerda ou para a direita ela vai na prática andar para cá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
drfs
Membro VIP
Membro VIP


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 114
Idade: 48
Localização: UK
Ocupação: OP
Humor: lol
Data de inscrição: 17/07/2008
Pontos: 127

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Sab Nov 22, 2008 12:38 pm

Rio Guadiana

Vou falar de duas das zonas que conheço melhor, Ajuda e Juromenha, das melhore para a pesca desportiva de competição e lazer. Com cerca de 60 pesqueiros em Juromenha (actualmente e devido ao enchimento do Alqueva estes pesqueiros sofreram alterações) e mais de 50 na Ajuda com profundidades a variar os 2/3 metros ate 4/5, correntes suaves o que o permite a utilização de qualquer técnica de pesca.
As espécies dominantes para a pesca de competição são o barbo e a carpa sendo possível também a captura de algumas bogas.
Em qualquer dos locais os engodos a utilizar poderão ser engodos comercias normais embora para a pesca do barbo aconselho seriamente adicionar ao engodo cânhamo cozido, assim como asticot branco e solto no acto de fisgar.
Quando a opção e a carpa deve-se juntar ao engodo milho e também trigo cozido e fisgar com asticot colado e trigo cozido. Na maior parte do ano os iscos a utilizar conforme as opções e as situações com que nos deparamos são o asticot branco, o milho, trigo cozido e o cânhamo, no Inverno e para capturar exemplares maiores uma excelente alternativa e a minhoca de terra.
Qualquer das técnicas de pesca pode dar excelentes resultados, todavia a utilização da francesa numa primeira fase e a inglesa no restante tempo da prova e o mais aconselhado.
Na francesa devemos usar bóias com cerca de 1 grama numa baixada com fio 0,14 e um anzol 18 ou 20, um empate curto com fio 0,10 ou 0,12.
Para a inglesa ou bolonhesa dever-se-á pescar a uma distancia entre os 20 a 30 metros as vezes mais, utilizando bóias fixas de 12 e 14 gramas, em ambas as técnicas e aconselhável a utilização de anzóis 18/20 e o 16 quando os exemplares forem maiores mas sempre com um terminal de fio 0,10/0,12 de boa qualidade. Os terminais deverão ser maiores para a inglesa 80cm a 1 metro, e menores para a bolonhesa, 25/30cm, em virtude de nesta opção haver o objectivo de fixar bem o isco ao fundo do rio.

Boas pescarias
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rafael
Novato
Novato


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 32
Idade: 21
Localização: Leiria
Ocupação: Natureza, Caça
Humor: ...
Data de inscrição: 05/07/2009
Pontos: 54

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Ter Jul 20, 2010 11:12 pm

boas, alguem me sabe dizer por uma forma resumida assim locais bons para pesca entre a zona centro +-
Obrigado jola
Voltar ao Topo Ir em baixo
nlidonio
Administrador
Administrador


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 6426
Idade: 34
Localização: fazendas de almeirim
Ocupação: caca e pesca
Humor: outras mentiras
Data de inscrição: 19/04/2009
Pontos: 6796

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Ter Jul 20, 2010 11:16 pm

Rafael escreveu:
boas, alguem me sabe dizer por uma forma resumida assim locais bons para pesca entre a zona centro +-
Obrigado jola

Pois... he he que tipo de pesca?
Voltar ao Topo Ir em baixo
João Gil
Administrador
Administrador


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 29679
Idade: 47
Localização: Costa da Caparica
Ocupação: muito ocupado
Humor: sempre
Data de inscrição: 09/12/2009
Pontos: 34811

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Ter Jul 20, 2010 11:40 pm

De momento só me interessa locais onde se apanhem os pais desta affraid fish lol!




Uploaded with ImageShack.us
Voltar ao Topo Ir em baixo
nlidonio
Administrador
Administrador


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 6426
Idade: 34
Localização: fazendas de almeirim
Ocupação: caca e pesca
Humor: outras mentiras
Data de inscrição: 19/04/2009
Pontos: 6796

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Ter Jul 20, 2010 11:47 pm

E eu as avós dessa.... fish lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nelson Pires
Aprendiz
Aprendiz


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 62
Idade: 27
Localização: Centro
Ocupação: Caça
Humor: Sempre
Data de inscrição: 21/09/2010
Pontos: 74

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Qua Set 29, 2010 10:46 am

nlidonio escreveu:
E eu as avós dessa.... fish lol!

Na minha zona existe uma albufeira, não muito grande, que tem carpas XXXL e alguns barbos muito grandes, com muito pouca pressão de pesca sobre as carpas, pois são muito más de apanhar, passas um dia sem ter uma única picada. Mas estranhamente não se apanha lá nenhuma carpa juvenil, o tamanha standard ronda os 2kg, a maior que lá ferrei foi quando estava a pescar achigã e ao fazer uma pausa uma atacou o rapala, puxei pensei ser um ramo de árvore, mas afinal era uma carpa enorme, que arrancou e fique sem fio em segundos e partiu o mono filamento, como nada fosse !!
Mas tem um grande problema, pois a albufeira é muito antiga e tem grande acumulação de detritos, e a água é turva.
Voltar ao Topo Ir em baixo
rapalaxrap
Novato
Novato


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 25
Idade: 37
Localização: moscavide
Ocupação: gerente
Humor: ................................................................
Data de inscrição: 20/10/2010
Pontos: 33

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Qui Out 21, 2010 4:26 pm

boa tarde a todos experimentem a barragem do fratel junto ao paredao com uma caninha directa sem grande ciencia mas com material super leve tudo com tamanhos minimos vao ver como se enche o balde de bogas que mais parecem carapaus ha muito que nao vou la e as saudades sao muitas

desculpem se os meus textos nao sao muito tecnicos e especificos mas sao a minha maneira e sao o meu testemunho



abraco
sempre a vergar a cana......
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pescador sem mortes
Novato
Novato


Sexo: Masculino
Nº. Mensagens: 36
Idade: 40
Localização: GD
Ocupação: ajudar sem nada em troca
Humor: sempre bem humorado
Data de inscrição: 13/08/2008
Pontos: 5

MensagemAssunto: Re: Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.   Seg Jan 31, 2011 9:20 pm

Um topico de se tirar o chapeu com promenores muito importantes para quem nao conheçe estes ou outros locais de pesca fixe

Continue, o forum e a malta agradece este tipo de comentarios.Existem muitas outras pistas ou lugares de pesca que o amigo pode e deve comentar, como por exemplo:

Montemor o Velho,Medina,Choupal ,Choupalinho, Vila Nova de Anços,....
Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Locais de pesca, descricao, tecnicas utilizadas.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

 Tópicos similares

-
» Festa da Pesca Maricá - Praia de Itaipuaçu RJ
» Videos e tecnicas de pilotagem
» técnicas de Defesa Pessoal por Tae Su Jutsu (pdf)
» TÉCNICAS DE PILOTAGEM / SETUP DE CARROS DE CORRIDA
» Dicas de locais para pesca em Bertioga SP

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
* kaciPesca * ::  :: -