* kaciPesca *
Olá visitante

Se está registado faça Login, se não está Registe-se e usufrua de todas as funcionalidades do fórum

Ajude-nos a crescer.

KaciPesca - Diverte-te por cá Wink


Cumprimentos
Rogério




 
InícioInício  PortalPortal  Registrar-seRegistrar-se      Conectar-se  
KaciPesca - Diverte-te por cá
» Descubra o Cartão KaciPesca - AQUI «
Ler as Regras e fazer a Apresentação é Obrigatório!

Compartilhe | 
 

 Ração ou comida caseira – Qual o melhor para o cachorro?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Pavlopher
Membro Veterano
Membro Veterano


Sexo : Masculino
Nº. Mensagens : 2019
Idade : 50
Localização : Coimbra
Ocupação : Empresário
Humor : Muito
Data de inscrição : 02/04/2015
Pontos : 2636

MensagemAssunto: Ração ou comida caseira – Qual o melhor para o cachorro?   Ter Jun 02, 2015 10:09 am


Ração ou comida caseira – Qual o melhor para o cachorro?



Como todos sabemos os cachorros possuem necessidades nutricionais diferentes dos humanos e essas necessidades ainda podem variar muito de acordo com a raça e o porte do cachorro, além da idade ou se o cão possui algum tipo de doença.


Sistema digestivo do cachorro

O cachorro é um animal quase que completamente carnívoro. Todo o seu corpo é adaptado para este tipo de alimentação. Seus dentes são feitos para dilacerar a carne, e por isso possuem o formato pontiagudo. Sua maxila e mandíbula são firmes para auxiliar na trituração do alimento. Completamente diferentes dos humanos, os cachorros possuem poucas papilas gustativas (apreciar o sabor do alimento), porém, seu olfato é muito desenvolvido, fazendo com que o cachorro leve mais consideração o cheiro do alimento do que o seu gosto.


Comida caseira não deve ser utilizada!

A comida caseira não deve ser utilizada por conter muita quantidade de gordura, farináceos e molhos que, de um modo geral, são muito prejudiciais e diferentes do que deve ser recomendado ao cachorro.

Nunca devemos oferecer restos de comida para nossos cães, inclusive, dependendo da raça a falta de um nível nutricional equilibrado pode causar problemas ao animal, como por exemplo, dermatites e até mesmo a queda acelerada de pelos.

Alguns tipos de tempero, como por exemplo, a pimenta, podem causar dores intestinais fortíssimas no animal.


Comida crua – O cachorro pode comer?

Não é recomendado dar ao cachorro comidas cruas, como por exemplo, carnes. Da mesma forma que a carne crua pode conter bactérias para os humanos o mesmo efeito pode ser proporcionado aos animais, fazendo que o cão possivelmente venha a adoecer.

Quando os cães não eram domesticados, todos tinham que caçar para sobreviver, seu sistema digestivo era diferenciado, hoje em dia mudou, além de o animal ter passado de selvagem para domesticado. Sendo assim os cães são mais sensíveis e não devem comer qualquer tipo de alimento que não a ração, seja ele cru ou não.


Verduras e legumes proibidos para os cães

Em primeiro lugar devemos ter a consciência de que o organismo de um cachorro é completamente diferente de um organismo humano e, por isso, as necessidades nutricionais de humanos e cachorros são diferentes. Tendo isso em mente, especialistas recomendam que os donos nunca deem aos seus pets restos de alimentos do almoço, doces e besteiras comestíveis em geral.

O dono consciente entende que uma alimentação de qualidade será responsável por pelos mais brilhantes, saúde equilibrada, melhor digestão dos alimentos, maior disposição, etc.


Frutas, legumes, verduras e sementes proibidas:

•Abacate: provoca diarreia, vômitos e pode causar danos ao coração;
•Noz Macadâmia: afeta o sistema nervoso e muscular causando letargia, fraqueza e vômitos;
•Uvas: qualquer tipo de uva, inclusive a uva-passa, não é recomendado, pois pode causar insuficiência renal;
•Frutas ácidas: abacaxi, laranja, morango, tomate, entre outras, podem provocar gastrite no animal;
•Cebola e alho: causam danos as células vermelhas provocando anemia e alterações na parede estomacal, por conterem tiossulfato;
•Batata: possui uma substância chamada solanina que pode deprimir o sistema nervoso central do cachorro.


Outros alimentos prejudiciais à saúde do cão:

•Carboidratos: excesso de açúcar, fermentam e fazem o cão engordar e desenvolver diabetes;
•Massa crua de bolo ou pão: o fermento contido pode causar ruptura, além de causar envenenamento alcoólico (devido a fermentação);
•Gorduras em geral: causam pancreatite, que causam vômitos e diarreia;
•Chocolate, café e bebidas alcoólicas: verdadeiro veneno para o cachorro. Elevam a temperatura do corpo, acelerando os batimentos cardíacos, podendo causar falta de ar, hiperatividade, tremores e convulsões;
•Alimentos dietéticos: o componente dietético contém xilitol, que causa comprometimento irreversível do fígado;
•Ossos pequenos: ossos de galinha, peixe ou similares, podem perfurar o aparelho digestivo do animal.


Intolerância a certos alimentos em cães

Uma das coisas mais comuns de ocorrer é a intolerância que alguns cães têm a certos alimentos. Uma boa alimentação é fundamental para o desenvolvimento e saúde do animal, porém é comum encontrar casos que os donos, muitas vezes por falta de informação, alimentam seu cão com algo impróprio e que causa efeitos maléficos, podendo até matar o animal. Entre os alimentos mais comuns que causam esses efeitos temos a carne, o leite, trigo, frutas e verduras.


A intolerância e a alergia

Assim como o ser humano, os cães podem possuir alergia ou intolerância a certos alimentos e isso varia individualmente, ou seja, um alimento que faz mal a um cão pode não fazer a outro.

A intolerância alimentar é o conjunto de todas as dermatoses ou sintomatologias gastrointestinais causadas pela ingestão de um alimento, nesta o sistema imunológico pode ou não estar envolvido.

Já a alergia alimentar acontece quando os anticorpos, ou seja, o sistema imunológico está envolvido. Neste caso, quando a proteína do alimento é absorvida no organismo do animal, rapidamente os anticorpos a reconhecem como um corpo estranho e a alergia se inicia.


Principais sintomas

Os sintomas podem variar bastante, mas entre os principais temos: pele avermelhada, coceira intensa, pálpebras edemaciadas, urticária na pele, vômito, diarreia e náuseas. Pode acorrer ainda a morte do animal caso o diagnóstico e tratamento não sejam feitos corretamente e em tempo hábil.


Como tratar?

O animal deve ser levado ao veterinário para fazer os devidos exames, após ser diagnosticado, o veterinário provavelmente irá passar uma dieta mais adequada ao animal de acordo com os testes e análises laboratoriais feitos. É importante levar o animal a um profissional de confiança e não medicar o cão por conta própria, pois pode agravar ainda mais o problema.


Como prevenir?

Para prevenir, tanto a intolerância alimentar quanto a alergia, é preciso ter atenção aos alimentos que são dados ao animal. Observe bem os alimentos e escolha-os corretamente, evite comprar alimentos em grande quantidade e nunca coloque muito para o seu cachorro antes de saber se o mesmo terá intolerância ou alergia, o ideal é que se faça um teste com uma pequena quantidade.

Se possível, peça ao veterinário que passe uma dieta alimentar para o seu cão, principalmente se ela for comida caseira, pois além de saber quais são os alimentos ideais a ministrar, há ainda o equilíbrio nutricional dos alimentos.


Alimentos permitidos

•Ração de qualidade: rações premium ou super premium são as melhores em termos nutricionais;
•Alimentos em patê: próprio para cães, servindo como complemento com uma raça de qualidade;
•Alimentação natural: procure uma nutricionista especializada em nutrição canina. Aqui é necessário fornecer as quantidades exatas de vitaminas e minerais que o cachorro necessita.
•Petiscos próprios para cães: ideais para fazer um agrado extra ao seu melhor amigo.


Ração de qualidade é a melhor opção

A solução mais prática, para muitos donos que vivem na eterna correria do dia a dia. No entanto é muito importante que o cachorro se alimente de uma ração Premium ou Super Premium garantindo assim a qualidade do produto.

Este tipo de ração tem como formulação base carne de frango, ovelha, peru, bovina, entre outros produtos, sendo que estes ingredientes possuem maior digestibilidade, isto é, o trato digestivo do cão possui menos trabalho para metabolizar o alimento.

Tornando o consumo diário menor, além de garantir uma vida saudável ao cachorro. Uma ração de qualidade garante muitos benefícios ao cachorro, como por exemplo:

•Pelagem bonita e brilhosa;
•Queda de pelo mínima;
•Saúde bucal (dentes limpos);
•Bom hálito;
•Protege contra dermatites e alergias;
•Aumento da imunidade;
•Redução do volume das fezes;
•Melhora na saúde;
•Maior disposição.


Comida balanceada própria para cães

Se o dono possui uma boa condição financeira é possível conversar com o veterinário a respeito de outras opções de alimentos além da clássica ração de qualidade.

Alimentos que proporcionam uma comida balanceada e rica em vitaminas, sendo próprio para cães, porém vale a pena destacar que este tipo de procedimento deve ser sempre acompanhado por um veterinário, que irá prescrever os alimentos que devem ser colocados no cardápio do cão.

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Ração ou comida caseira – Qual o melhor para o cachorro?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Qual o melhor calibre
» qual a melhor carabina para as montarias
» Qual a melhor raça para caçar coelhos?
» Qual o melhor cartucho dispersor
» Qual o melhor chumbo para a minha Fias Sabatti?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
* kaciPesca * :: - Cães - :: » Alimentação, saúde e criação «-